sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

MMIE realiza seu primeiro evento simultâneo

Desperta Mulher acontece em sete cidades ao mesmo tempo




Rio de Janeiro - Brasil




Capoeiristas se reúnem para conversar num grupo de Whatsapp, normal, não é? Sim, muito normal. A maioria de nós participa de ao menos um grupo no Whatsapp que tem como proposta falar sobre Capoeira e temas relacionados ao cotidiano dentro do esporte. 


No final de maio de 2016 foi criado o MMIE - Movimento de Mulheres Iê, um grupo de Whatsapp que, como o próprio nome sugere, é composto apenas por mulheres. O objetivo era o mesmo de todos os outros grupos formados por capoeiristas, porém, um outro assunto, infelizmente muito corriqueiro, acabou extrapolando o virtual e se tornando motor na criação de um evento que acontecerá simultaneamente em diversos pontos do globo, a violência contra a mulher.


Motivadas a tratar do assunto numa esfera mais ampla, surgiu o Desperta Mulher, evento que em sua primeira edição ocorrerá em cinco estados brasileiros e em mais três países, no continente africano e europeu, ao mesmo tempo.

Na programação está prevista uma mesa redonda com convidados, roda de capoeira e apresentações culturais.

As representantes do movimento, Graduada Manu Brasil, de Niterói - RJ, e Professora Fênix, do Rio de Janeiro/RJ, acreditam na parceria com os homens nessa inciativa, assim sendo, apesar do nome sugestivo, não há uma restrição para a participação deles no evento, pelo contrário, eles são bem vindos, afinal, é preciso contaminar a sociedade com a ideia de que a violência contra a mulher, em especial, é inaceitável.



Dados da OMS, Organização Mundial de Saúde, apontam que ao menos 35% das mulheres já sofreu algum tipo de violência física ou sexual em algum momento da sua vida, praticada por parceiro íntimo ou não-parceiro. 


No Brasil, 70% da população feminina sofre ou sofreu violência física/sexual praticada por parceiro íntimo.

A violência sexual é geralmente praticada por pessoas próximas à vítima, como os atuais ou ex-parceiros (namorados, companheiros, maridos).

Mulheres e meninas representam cerca de 70% das vítimas de tráfico humano no mundo. 


Estima-se que metade das vítimas de feminicídio, homicídio cometido contra a mulher, foi morta por parceiro ou membro da família.

Apesar do peso desses números, as vítimas não tem um rosto ou perfil específico, toda mulher pode vir a se tornar estatística e por isso é tão importante falar sobre esse assunto. 

Serviço:



Desperta Mulher - 12 de março de 2017

10h - Mesa redonda com convidados
Tema: Violência contra a mulher

11h - Roda de Capoeira

13h - Encerramento com manifestação cultural


Brasil


- Rio de Janeiro/RJ


Boulevard 28 de Setembro, 382. - Vila Isabel - Rio de Janeiro/RJ


(Quadra da Vila Isabel)

Contatos: (21) 97625-6782 - Prof. Fênix
                (21) 99094-5368 - Grad. Manu 


- Volta Redonda/RJ


Memorial Zumbi e Memorial Getúlio Vargas - Vila Santa Cecília. Volta Redonda/RJ


Contato: (24) 98135-7154 - M. Arara Durões



-  Palmas/TO

Centro de Direitos Humanos, 306 Sul, Alameda 04. - Plano Diretor Sul. Palmas/TO


Contato: (63) 8457-7915 - Prof. Val Brandão


- Timon/MA

Rua Oito. - Parque Alvorada - Timon/MA

Quadra de esporte Adailson Pinho de Oliveira

Contato: (86) 9863-8420 - Prof. Doçura


Moçambique

- Maputo

Avenida Friedrich Engels. - Miradouro do Caracol. Maputo/Moçambique.

Contato: (258) 82415-2247 - Prof. Moçambique.


Angola



- Luanda



Rua Direita da Samba. Calçadão da Samba. Luanda/ Angola

Contato: (244) 92881-2821 - Morinesa


Portugal


- Lisboa

Av. Duque de Loulé 50 A. 2795. - Linda-a-Velha. Lisboa/ Portugal
Kalorias LV
Contato: (351) 93661-0949 - Formada Parafina



Fonte: http://www.compromissoeatitude.org.br/alguns-numeros-sobre-aviolencia-contra-as-mulheres-no-mundo/


Imagem de divulgação

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Intercâmbio Internacional começa hoje em Niterói

Roda na praia de Icaraí marca o início do evento




Rio de Janeiro - Brasil

De hoje a domingo a Universidade Federal Fluminense recebe o Intercâmbio Internacional da Associação de Capoeira Terranossa. 

O evento comemora os 10 anos de existência da escola e tem diversas atividades na programação. Destaque para o Eco Terranossa, que promove a conscientização e integração dos capoeiristas com a natureza e esse ano convida para uma roda de capoeira no topo do Costão, Parque Estadual da Serra da Tiririca, seguida de aula de acrobacias na praia de Itacoatiara.

O sábado (14) termina com o lançamento do CD Meu berimbau, Meu camarada e show ao vivo com o Mestre Alexandre Batata, direto de Portugal.

O evento tem como ponto alto a formatura de professores, contramestres e mestrandos e a troca de cordas dos alunos e graduados, que ocorre no sábado(14).

 A festa comandada por Mestre Cid, presidente do grupo e organizador do evento, contará com a presença de capoeiristas de várias partes do Brasil e de países como Portugal, Colômbia, Espanha, Rússia, África do Sul e Angola.


Programação:


12 DE JANEIRO – QUINTA-FEIRA:
19 h – Caminhada da Capoeira
Berimbalada e roda nos diferentes pontos turísticos do Caminho Niemeyer
Local: Praia de Icaraí (Em frente a Reitoria da UFF – Universidade Federal Fluminense – Rua Miguel de Frias)
20 h – Aulão de atualização com professores
Local: Praia de Icaraí (Em frente a Reitoria da UFF – Universidade Federal Fluminense – Rua Miguel de Frias)


13 DE JANEIRO – SEXTA-FEIRA:
19 h – Palestra: Planejamento didático e pedagógico para Capoeira
Palestrante: Contramestre Minhoca – Capoeira Terranossa/RJ
Local: Auditório da UFF – Universidade Federal Fluminense
19 h 30 – Workshop: Preparação Física de alto rendimento para Capoeira
Ministrante: Contramestre Naja – Capoeira Terranossa/RJ
Local: Auditório da UFF – Universidade Federal Fluminense
20 h – Vivência com Mestre Cid
Local: Auditório da UFF – Universidade Federal Fluminense


14 DE JANEIRO – SÁBADO:
9 h – Palestra: Prevenção de drogas – Geração careta
Palestrante: Sandro Araújo – Coordenador e idealizador do Projeto Geração Careta
Local: Ginásio da UFF – Universidade Federal Fluminense
9 h 30 – Vivência
Ministrante: Mestre Caçapa – Capoeira Terranossa/RJ
Local: Ginásio da UFF – Universidade Federal Fluminense
11 h – Lançamento do CD Ninguém é Rei Sozinho
Mestre Cobra Coral – Capoeira Terranossa/SP
Local: Ginásio da UFF – Universidade Federal Fluminense
12 h – Almoço
14 h – Palestra motivacional com Adalmir Ferreira
Local: Ginásio da UFF – Universidade Federal Fluminense
14 h 15 Formatura de Professores, Contramestres e Mestrandos
Local: Ginásio da UFF – Universidade Federal Fluminense
17 h – Shows e apresentações culturais:
Oficina de Frevo
Ministrante: Professora Zangada /PE
Apresentação de Maculelê
Equipe do Contramestre Minhoca.
Apresentação de Dança do Fogo
Professor Espigão – Capoeira Terranossa/AL
Lançamento do CD Meu Berimbau Meu Camarada
Mestre Batata – Companhia de Capoeira Contemporânea /Portugal
Local: Praça da Cantareira. São Domingos. Niterói/RJ


15 DE JANEIRO – DOMINGO:
7 h – EcoTerranossa – Subida ao Costão e roda
Com os alunos da UFF e do Projeto Geração Careta (Sandro Araújo)
Local: Parque Estadual da Serra da Tiririca – Praia de Itacoatiara


Serviço:

Data: 11 a 15 de Janeiro de 2017
Local: UFF – Universidade Federal Fluminense
R. Visconde Do Rio Branco, S/N – Campus do Gragoatá – São Domingos – Niterói
Realização: Capoeira Terranossa


Direção: Mestre Cid





sábado, 7 de janeiro de 2017

Condicionamento físico em pauta na Capoeira

Contramestre Naja ministra Workshop no Intercâmbio Internacional 

Imagem cedida de arquivo pessoal

































Rio de Janeiro - Brasil

É possível melhorar a força, a resistência e o condicionamento físico durante os treinos? Contramestre Naja prova que sim em seu Workshop Preparação Física de Alto Rendimento Para Capoeira, onde apresenta as condições necessárias para alcançar esses objetivos. O conteúdo será focado exclusivamente nas necessidades dos capoeiristas e promete mudar a forma como enxergamos o papel da alimentação nesse processo.

Sua experiência como professor de Capoeira e treinador de atletas de fisiculturismo, aliada aos conhecimentos teóricos adquiridos durante a formação em Educação física e a Pós-graduação em Treinamento Desportivo, são os aspectos que o tornam um dos mais capacitados profissionais da área.

Hoje, além de ministrar aulas de Capoeira, Contramestre Naja é treinador da maior equipe do Rio de Janeiro de fisiculturismo, IFBBRJ e federado pela IFBB, International Federation of Bodybuilding and Fitness (Federação Internacional de Fisiculturismo e Ginástica). Só no ano de 2016 foram mais de 15 título conquistados.

É toda essa expertise que ele leva para o Intercâmbio Internacional, uma oportunidade que a Capoeira Terranossa oferece com exclusividade em seu evento.


Imagem cedida de arquivo pessoal
Serviço:

Intercâmbio Internacional - 11 a 15 de janeiro

Workshop: Preparação Física de alto rendimento para Capoeira

Ministrante: Contramestre Naja – Capoeira Terranossa/RJ

12 de Janeiro

Horário: 21 h 30

Local: Auditório da UFF – Universidade Federal Fluminense
R. Visconde do Rio Branco s/n – Campus do Gragoatá – São Domingos – Niterói

Contato:Contramestre Naja
Dynamus Academia

Rua Capitão Lafay, 59. Campo Grande. Rio de Janeiro/RJ
(esquina com a Av. Cesário de Melo. BRT São Jorge, após mercado Costa azul)

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Mestre Cobra Coral lança seu 1º CD no Rio de Janeiro

O lançamento de Ninguém é rei sozinho acontece no Intercâmbio Internacional

Imagem de divulgação


Rio de Janeiro - Brasil

Criador da Rádio Iúna, primeira rádio com conteúdo totalmente voltado para a Capoeira, Mestre Cobra Coral chega ao Rio na primeira quinzena de janeiro para lançar seu álbum.

O lançamento ocorre no Intercâmbio Internacional, evento que comemora os 10 anos de existência da Associação de Capoeira Terranossa, na cidade de Niterói.

Imagem cedida de arquivo pessoal
Inspirado nos reis africanos, o nome do CD remete a necessidade de parcerias ao longo de qualquer jornada. Mestre Cobra Coral reforça esse conceito " Sempre devemos trabalhar em conjunto, trocando informação, compartilhando e aprendendo.", explicou.

Gravado em Osasco, São Paulo, o trabalho reúne 19 faixas, sendo 17 inéditas. Dentre as músicas, Iúna, que foi composta pela aluna Aidê, única faixa que não é de autoria do Mestre Cobra Coral,


Serviço:

Intercâmbio Internacional - 11 a 15 de Janeiro

Lançamento do CD Ninguém é Rei Sozinho 
14 de Janeiro
Horário: 17 h
Local: UFF - Universidade Federal Fluminense
R. Visconde do Rio Branco s/n – Campus do Gragoatá – São Domingos – Niterói

Contato:

Mestre Cobra Coral

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Dança do fogo é atração no Intercâmbio Internacional

Professor Espigão/AL promete esquentar o 4º dia de evento



Imagem cedida de arquivo pessoal

Rio de Janeiro - Brasil



Cuspir fogo não é para qualquer um. É necessário treino, habilidade e muita coragem.

Essa prática originou-se na índia, mas foi em Olinda, Pernambuco, que o Professor Espigão conheceu a arte e resolveu experimentar.

Capoeirista desde os 8 anos, ele encontrou na pirofagia uma forma de se destacar "Me apaixonei pelo
fogo e tive a ideia de aprender a arte. Muitos alunos já saltavam e eu não era muito bom nisso.",
contou.

Acostumado a se apresentar em diversos eventos com o seu espetáculo, o alagoano de 31 anos chega
ao Rio na próxima semana para participar do Intercâmbio Internacional.

O evento, que ocorrerá na cidade de Niterói, comemora os 10 anos de existência da Associação de
Capoeira Terranossa.

Serviço:


Apresentação de Dança do Fogo
Data: 14 de Janeiro – Sábado
Horário: 20 h
Local: Uff – Universidade Federal Fluminense
R. Visconde Do Rio Branco, S/N – Campus Do Gragoatá – São Domingos – Niterói


Realização: Capoeira Terranossa
Direção: Mestre Cid

Contato:

Professor Espigão

E-mail








quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Mestre Alexandre Batata de volta ao Brasil

Vivendo em Portugal, o mestre chega ao país para o lançamento de seu novo CD


A imagem pode conter: 1 pessoa
Imagem cedida de arquivo pessoal
Rio de Janeiro - Brasil

Mestre Alexandre Batata desembarcou em terras tupiniquins logo no início do ano. Na mala, além da energia e do vozeirão inconfundível, o Mestre trouxe seu novo CD. 

Gravado ao vivo em Portugal, Meu berimbau meu camarada, terá seu lançamento em Niterói/RJ, no dia 14 de Janeiro.

A noite de autógrafos é parte da programação do Intercâmbio Internacional Capoeira Terranossa, que comemora os dez anos de existência da Associação. O momento não poderia ser mais oportuno, já que Mestre Cid, responsável pelo evento e presidente da instituição, é aluno do Mestre Alexandre Batata, de quem recebeu a graduação de mestre há  22 anos.

Quem estiver presente poderá levar para casa o CD autografado e ainda curtir um som ao vivo, que encerrará o dia de atividades.


Fique atento a agenda do Mestre Alexandre Batata no Brasil:

04/01
Roda do Mestre Bocka
São Gonçalo/RJ

07/01 
Roda do Mestre Mintirinha
Rio de Janeiro/RJ

11 a 15/01 
Intercâmbio Internacional Capoeira Terranossa
Niterói/RJ

14/01
Lançamento do CD Meu berimbau meu camarada -20 h 30
Local: UFF - Universidade Federal Fluminense
R. Visconde do Rio Branco s/n – Campus do Gragoatá – São Domingos – Niterói


Contato:

Mestre Alexandre Batata
E-mail



terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Oficina de frevo representa Pernambuco no Rio de Janeiro

Prof. Zangada é a responsável pela atividade no Intercâmbio Internacional


Imagem do Google


Rio de Janeiro - Brasil

O Brasil é cheio de manifestações culturais importantes. Uma delas, o Frevo, irá representar o estado de Pernambuco no evento que marca os 10 anos de existência da Associação de Capoeira Terranossa, o Intercâmbio Internacional.

Surgido entre 1910 e 1911, o Frevo traz elementos da Capoeira, Maxixe, Marcha e Dobrado. Seu nome vem de ferver, pois, os movimentos que caracterizam essa dança acontecem em ritmo acelerado, como se os dançarinos estivessem sobre água fervendo.

Durante a oficina haverá uma introdução sobre a ligação da Capoeira com o Frevo e sua origem. Na sequência, a Professora Zangada irá ensinar os passos básicos dessa dança contagiante.






Sobre a Professora Zangada
Imagem cedida de arquivo pessoal


Apesar de ser carioca, Professora Zangada vive há 20 anos em Pernambuco e nas aulas de danças populares acabou se encantando pelo frevo. Durante o tempo em que viveu fora do país, na França e na Espanha, sentiu necessidade de passar um pouco de seu conhecimento sobre essa dança.


Ela explica que o Frevo corre nas veias do pernambucano,
"Eles já nascem sabendo frevar!", conta.


Serviço:


Intercâmbio Internacional - 11 a 15 de Janeiro


Oficina de Frevo - 14/01

Horário: 19 h
Local: UFF - Universidade Federal Fluminense
R. Visconde do Rio Branco s/n – Campus do Gragoatá – São Domingos – Niterói

Contato:

Professora Zangada (Alyne Alencar)

Email